Pastor gravemente doente adverte: o coronavírus quer matar você

"Ele quer tirar toda a vida dos seus pulmões, para que você não consiga respirar", disse o pastor

0
31
pastor Mark McClurg
Pastor Mark McClurg (Foto: Twitter)

O pastor Mark McClurg, da Irlanda do Norte está lutando pela vida após ser diagnosticado coronavírus, e adverte o quão grave é o vírus. Passei a última semana lutando pela minha vida na UTI, disse em vídeo postado na rede social.

Mark McClurg, de Co Down, está na unidade de terapia intensiva do Hospital Ulster, perto de Belfast, há uma semana, mas em breve voltará a uma enfermaria.

O pai de três filhos postou um vídeo nas redes sociais de sua cama de hospital usando suporte respiratório. Mark McClurg, estava conversando com o Talkback da BBC Radio Ulster.

Ele disse: “Este coronavírus é mortal e perigoso. “O coronavírus quer matar você.

‘Eu não consigo respirar’

“Ele quer tirar toda a vida dos seus pulmões, para que você não consiga respirar”. O pastor McClurg faz parte da Igreja Pentecostal Elim.

“Sou cristão e amo Jesus, mas disse a Claire (esposa) que sei que estou indo para o céu. Estava tão preocupado com eles.

“Até orei, eu disse: ‘Senhor, estou pronto para o céu, mas não estou pronto para deixar minha família, eles precisam de mim’.” Orei para que o Senhor me ajudasse.”

Ele disse estar agradecido por estar vivo e acrescentou que enfermeiros e médicos cuidam dele noite e dia, apesar do risco para sua própria saúde. “Eles salvaram minha vida. Sou grato por estar vivendo.”

Ele prestou homenagem a sua esposa, Claire, por seus cuidados e apoio, principalmente quando ele estava no ponto mais baixo e não conseguia nem falar. “Foi ela quem me viu passar.” Observou.

Ele acrescentou: “Não pense que isso não vai tocar em você. Não pense por um momento que isso é apenas uma tosse e um resfriado que você terá. Olhe para mim e ouça.

“Se você receber coronavírus e precisar entrar na unidade de terapia intensiva, isso significa que você terá dificuldade em respirar, poderá usar um ventilador, por isso, ouça todos os conselhos do governo”.